Gigante USA - TelexFree
Venha fazer parte da maior equipe TelexFree dos Estados Unidos
www.giganteusa.net - Vai deixar a oportunidade passar deste vez?


Menu
Downloads

Busca




Newsletter

Cadastre-se e recebe novidades do BioMania no seu e-mail!
Nome:

E-mail:



   Geologia


ARENITO


Uma das rochas sedimentares mais abundantes na crosta terrestre, o arenito é muito utilizado na indústria de construção, como revestimento e na fabricação de vidro e concreto.
O arenito é uma rocha sedimentar com granulometria na faixa de 0,01 a 2mm, originada pela deposição de grãos de areia no fundo dos oceanos, mares, lagos e rios. Posteriormente os arenitos tornam-se compactos devido ao efeito de fenômenos diagenéticos, ou seja, aqueles em virtude dos quais sedimentos incoerentes aos poucos se convertem em sedimentos consolidados. Depois dos argilitos e folhelhos, os arenitos são as rochas mais comuns entre as sedimentares.
O arenito puro compõe-se quase exclusivamente de grãos de quartzo arredondados e ligados por um cimento que tanto pode ser sílica, de coloração branca, carbonato de cálcio, de coloração cinza, ou ainda substância ferruginosa, com tonalidades avermelhadas. Não são raros, porém, os arenitos não cimentados e que mostram consolidação incipiente, apenas por forte e estreita justaposição dos grãos constituintes.
Além dos grãos de quartzo, encontram-se nessas rochas, geralmente em diminutas percentagens, outros minerais, tais como: zircão, ilmenita, granada, turmalina, epídoto, moscovita etc. Distinguem-se diversos tipos de arenitos conforme variação na composição mineralógica ou na forma dos grãos. Assim, são denominados grit os arenitos que apresentam grânulos de quartzo angulosos. Quando na composição mineralógica estão presentes vinte por cento ou mais de minerais do grupo dos feldspatos, o arenito é chamado arcózio. Se, ao invés de feldspato, estiverem presentes minerais escuros, em quantidade semelhante, o arenito recebe o nome de grauvaca.
Os arenitos são rochas comuns em muitas das formações sedimentares encontradas no Brasil, sendo característicos os arenitos triásicos intercalados às eruptivas basálticas do sul do Brasil, Uruguai e Argentina.
Os arenitos que ficam em contato com as intrusões básicas mencionadas tornam-se, via de regra, endurecidos, além de adquirirem fratura concóide (semelhante a uma concha). Assim metamorfoseados, são amplamente empregados como pedras de construção e revestimento



ANEXOS
DOWNLOADS

Esse artigo possui
0
downloads anexos.

>> ACESSAR >>






[ Mandar esta matéria para um amigo ]
 
Disciplinas
Aeronáutica e astronáutica 
Anatomia Humana 
Artrópodes 
Astronomia 
Biofísica 
Biografias 
Bioquímica 
Botânica 
Citologia 
Dinâmicas 
Ecologia 
Embriologia 
Evolução 
Fisiologia 
Fisiologia Vegetal 
Frutas Comestiveis 
Genética 
Geografia Fisica 
Geologia 
Histologia 
Ictiologia 
Imunologia 
Invertebrados 
Microbiologia 
Patologias 
Reproduçao 
Taxonomia 
Vertebrados 
Zoologia 
 
© 1999/2014 - BioMania- Todos os direitos reservados