Evolução Biológica - Lamarckismo e Darwinismo - BioMania
Slides Premium estão de volta!!
Clique aqui e saiba mais

Menu
Busca



INFORMATIVO
DVDs Slides Premium - Ciências e Biologia
São mais de 7.500 slides em todos os assuntos de Ciências e Biologia, prontos para sua apresentação, trabalho, aula ou estudo.
Produto será disponibilizado por download.
De R$ 59,90 por apenas
R$ 9,90.
Unidades Limitadas.
Clique aqui e saiba mais

   Evolução


EVOLUÇÃO BIOLÓGICA - LAMARCKISMO E DARWINISMO


Evolução Biológica

Processo pelo qual os seres vivos se diversificaram ao longo do tempo, dando origem às espécies atuais ou já extintas em nosso planeta.

Este processo é uma conseqüência da adaptação de um animal ou vegetal ao ambiente em que vivem. Devemos entender adaptação como uma seleção de características acumuladas ao longo do tempo numa certa população.

Exemplos de adaptação dos seres vivos:

- Bico do beija-flor e sua capacidade de manter-se estacionado durante o vôo.

- Dentes dos cavalos com crescimento contínuo.

- Plantas de clima seco com espinhos e caules suculentos, etc. Cada espécie animal ou vegetal está adaptada ao meio em que vive. Ao mesmo tempo que existe a adaptação das espécies aos vários ambientes, também notamos a grande variabilidade entre elas.

A respeito da variabilidade existem duas linhas de pensamento a serem consideradas:

 

A - Idéia Fixista

Admitia que os seres vivos foram criados por Deus e que as espécies não se alteraram ao longo do tempo.

Um dos adeptos desta idéia foi Lineu, naturalista sueco que viveu de 1707 a 1778.

 

B - Idéia Transformista

Admitia que as espécies se modificavam ao longo do tempo, em resposta a diferentes pressões do meio. Foram adeptos destas idéias:

Lamarck: naturalista francês que viveu de 1744 a 1829 e Darwin: naturalista inglês que viveu de 1809 a 1882.

 

Hipótese Evolucionista de Lamarck - Lamarckismo

Foi um dos primeiros cientistas que apoiou a idéia transformista. Lamarck dizia que as espécies sofriam alterações no decorrer do tempo, com o objetivo de melhorar seu modo de vida a novos ambientes.

Admitia que:

a) A utilização de certos órgãos tende a hipertrofiá-los e a não-utilização tende a fazê-los regredir.

Este enunciado ficou conhecido como "Lei do uso e desuso";

b) Características adquiridas pelos indivíduos ao longo de suas vidas, podiam ser transmitidas aos descendentes.

Este enunciado ficou conhecido como "Lei da transmissão dos caracteres adquiridos".

Alguns exemplos citados por Lamarck para reforçar suas idéias:

1) As aves aquáticas teriam se tornado pernaltas devido ao esforço para esticar as pernas para andar na água, sem molhar as penas.

2) Os ancestrais das cobras teriam tido pernas, que num dado momento passaram a atrapalhar o deslocamento do animal por lugares apertados. Com o desuso as pernas desapareceram e o corpo das cobras passou a não ter apêndices.

3) As girafas, vivendo em uma área de solo seco e quase sem capim, teriam como alimento folhas de árvores de grande porte e de tanto esticarem o pescoço para pegar as folhas, este cresceria e esta característica seria transmitida aos descendentes.

 

Algumas Experiências que Mostram erros nas Idéias de Lamarck:

a) Um biólogo alemão chamado Weissman, durante várias gerações de casais de ratos, cortava suas caudas e os colocava juntos para reproduzirem-se e observar seus descendentes. Verificou que os descendentes sempre nasciam com cauda.

b) O ritual da circuncisão é realizado entre os judeus para retirada do prepúcio, mostrando que a característica anatômica não se alterou ao longo do tempo.

 

Teoria da Evolução de Darwin - Darwinismo

Charles Darwin nasceu em 1809 e em 1831, como naturalista, embarcou no navio Beagle a serviço da Inglaterra, numa viagem de mapeamento e pesquisas ao redor do mundo que durou 5 anos. Nas várias paradas que foram realizadas Darwin fazia o levantamento da flora e da fauna do local e também coletava espécies para seus estudos. Uma de suas paradas foi num conjunto de ilhas do oceano Pacífico chamadas Galápagos, devido à presença de um grande número de tartarugas gigantes. Verificou que cada ilha apresentava uma fauna característica, principalmente em relação a pássaros, tartarugas e lagartos.

Os pássaros eram bastante semelhantes entre si, porém com formas de bicos diferentes. Observou que a forma de bico, em cada ilha, dependia do tipo de alimento disponível e que o ambiente teria exercido pressões, alterando as populações isoladas nas ilhas.

Nas ilhas com alimento de material mole, como frutos e brotos vegetais, predominavam pássaros com bicos pequenos e delicados; e nas ilhas que tinham sementes como alimento disponível, predominavam pássaros com bicos grandes e maciços.

Darwin conseguiu apresentar um mecanismo coerente para explicar a modificação das espécies, que chamou de seleção natural.

Pensou em seleção natural pela primeira vez em 1838, depois de ler um ensaio sobre o princípio da população de Malthus, que de modo geral dizia que a produção de alimentos acontece numa proporção aritmética e as populações crescem numa proporção geométrica.






Vídeos desta matéria

   AulaLivre.net - Biologia - Aula 11 - Evolução


Os animais mais estranhos do planeta

O Axolotl Mexicano (Ambystoma mexicanum) é uma salamandra que tem a característica rara de manter suas características larvais ao longo de sua vida adulta. Esta condição, chamada neotenia, significa que ele mantém a sua barbatana dorsal de girinos, que corre ...




[ Mandar esta matéria para um amigo ]
 
Disciplinas
Aeronáutica e astronáutica 
Anatomia Humana 
Artrópodes 
Astronomia 
Biofísica 
Biografias 
Bioquímica 
Botânica 
Citologia 
Dinâmicas 
Ecologia 
Embriologia 
Evolução 
Fisiologia 
Fisiologia Vegetal 
Frutas Comestiveis 
Genética 
Geografia Fisica 
Geologia 
Histologia 
Ictiologia 
Imunologia 
Invertebrados 
Meio Ambiente 
Microbiologia 
Patologias 
Reproduçao 
Taxonomia 
Vertebrados 
Zoologia 
 
© 1999/2016 - BioMania- Todos os direitos reservados